www.comovoltaradeus.co

     "Porque Abraão ficou impotente e Sara era estéril"

 

A história de Abraão é muito complexa, e também muito importante para quem procura ensinamentos na palavra de Deus, visto que ele próprio sendo chamado "amigo de Deus", cometeu desobediências, incredulidade, mentiras, e vários erros. A sua chamada começou assim: "Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que eu te mostrarei" " Levou Abrão consigo a Sarai, sua mulher, e a (Ló) filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as pessoas que lhes acresceram em Harã.
Partiram para a terra de Canaã e lá chegaram". Gênesis cap. 12 versículos 1 e 5. Vemos aqui a primeira ordem que Deus falou para Abrão de não levar "(
parentes)", mas ele não obedeceu, e por sua vontade própria levou seu sobrinho Ló. Deus é poderoso e sabe o que pode acontecer em nosso futuro, e como Abraão não obedeceu ao SENHOR, foi sofrer as consequências de seus atos em: Gênesis cap. 13 versículos 5 e 7 a 9. "Ló, que ia com Abrão, também tinha rebanhos, gado e tendas"

"Houve contendas entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló. Neste tempo os cananeus e os ferezeus habitavam essa terra. "Disse Abrão a Ló: Não haja contenda entre mim e tí e entre os meus pastores e os teus pastores, porque
somos parentes chegados. Acaso, não está diante de tí toda a terra? Peço-te que te apartes de mim; (O que Deus mandou ele fazer, não levando parentes desde o começo, ele não fez) "se fores para a esquerda, irei para a direita; se fores para a direita irei para a esquerda". Houve então a separação entre parentes, conforme a ordem dada no início por Deus.

 

“Quando atingiu Abraão a idade de noventa e nove anos, apareceu-lhe o SENHOR e disse-lhe: eu sou o Deus Todo Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito”. Gênesis cap. 17 vers. 1. E quando Deus disse a Abrão que ele seria pai de um filho aos cem anos. Abraão mostrou que também teve incredulidade perante o próprio Deus, quando recebeu esta notícia do nascimento do seu filho Isaque. “Então, se prostou Abraão, rosto em terra, e se riu, e disse consigo: “A um homem de cem anos há de nascer um filho? Dará à luz Sara com seus noventa anos”?. Gênesis cap. 17 vers. 17.

 

 

“Antes, quando Abrão tinha oitenta e seis anos e manteve relações com  Agar a Egípcia, contrariando a promessa de Deus, e esta lhe deu á luz Ismael, filho da escrava e não da promessa, Gênesis cap. 16 vers. 16, ele tinha se tornado impotente, e como Sara era estéril, ele pensou que seria impossível ter um filho de relações sexuais com ela, não acreditando agora, no que Deus estava falando. Abraão também teve em sua vida momentos de indecisão, de medo, falta de fé, e por estas coisas chegou a mentir duas vezes, ocasionando sofrimentos para as pessoas, para sua esposa e para si mesmo, pois quando o rei Abimeleque de Gerar perguntou-lhe sobre Sara: “Disse Abraão de Sara, sua mulher:

 

 

“Ela é minha irmã, assim, pois, Abimeleque, rei de Gerar, mandou busca-la”. Mas Deus avisou Abimeleque em sonho dizendo: “Agora, pois, restitui a mulher a seu marido, pois ele é profeta e intercederá por ti, e viverás; se porém, não lha restituíres, sabe que certamente morrerás, tu e tudo o que é teu”. “Porque o SENHOR havia tornado estéreis todas as mulheres da casa de Abimeleque, por causa de Sara, mulher de Abraão”. Gênesis cap. 20 versículos 1 , 7 e 18.

 

 

Mais tarde o próprio Abimeleque, (um perturbado, foi pedir a Abraão, para parar de mentir!): “Agora, pois, jura-me aqui por Deus que me não mentirás, nem a meu filho, nem a meu neto; e sim que usarás comigo e com a terra em que tens habitado, daquela mesma bondade com que eu te tratei”. Este rei quase chegou a tocar em Sara, mas Deus não permitiu mostrando que se ele fizesse isto seria o seu fim, mas antes destes fatos, Abraão já tinha mentido e passado com faraó, a mesma situação, quando foi para o Egito:

 

 

“Quando se aproximava do Egito, quase ao entrar, disse a sarai, sua mulher: “Ora, bem sei que és mulher de formosa aparência; os egípicios, quando te virem, vão dizer: È a mulher dele e me matarão, deixando-te com vida. Dize, pois, que és minha irmã para que me considerem por amor de ti e, por tua causa, me conservem a vida”. Tendo Abraão entrado no Egito, viram os egípcios que a mulher era sobremaneira formosa. Viram-na os príncipes de Faraó e gabaram-na junto dele; e a mulher foi levada para a casa de Faraó. Este, por causa dela, tratou bem a Abrão, o qual veio a ter ovelhas, jumentos, escravos e escravas, jumentas e camelos.

 

 

Porém o SENHOR puniu Faraó e a sua casa com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão. Chamou, pois, Faraó a Abrão e lhe disse: “Que é isso que me fizeste? Porque não me disseste que era ela sua mulher? E me disseste ser tua irmã? Por isso, a tomei para ser minha mulher. “Agora, pois, eis a tua mulher, toma-a e vai-te”. E Faraó deu ordens aos seu homens a respeito dele; e acompanharam-no, a ele, a sua mulher e a tudo que possuía. Gênesis cap. 12 versículos 11 a 20.

Deus na sua infinita sabedoria e sendo onisciente, sabia que Sara correria grande perigo ao cair nas mãos de Faraó, quando por causa da mentira de Abrão, se tornaria mulher de um homem que escravizava todo mundo, pois Faraó iria ter filhos com ela e então não poderia se cumprir a promessa que Deus prometeu ao seu povo, o filho da promessa“Isaque”. Se o Faraó tivesse filho com ela, seria o filho da escravidão e não da livre. Faraó teve relações com ela, mesmo sem saber que ela era estéril, e ficou um bom tempo ao seu lado, visto que ele propiciou grandes bens para Abrão por causa disso, que também levou um tempo.

 

 

Então Deus manteve Sara estéril durante muitos anos, até que chegasse o momento propício de se cumprir as escrituras. E durante 13 anos, Deus também permitiu que Abrão estivesse impotente para não cair em tentações, como tinha caído com Agar a escrava. Quando Abraão tinha 99 anos recebeu a visita de três anjos que lhe comunicaram o nascimento de seu filho, o cessar da sua impotência e a esterilidade de sara. Gênesis cap. 18 vers. 10. “Disse um deles: Certamente voltarei a ti, daqui a um ano; e Sara, tua mulher, dará a luz um filho. Sara o estava escutando, à porta da tenda, atrás dele”. Gênesis cap. 18 vers. 10.

 

Farte-ei fecundo extraordinariamente, de ti farei nações, e reis procederão de ti”. Gênesis cap. 17 vers. 6. . Deste tempo em diante Abraão teve de volta a sua “potência” e Sara deixou de ser “estéril” “Pois está escrito que Abraão teve dois filhos, um da mulher escrava e outro da livre. Mas o da escrava nasceu segundo a carne; o da livre, mediante a promessa. Estas coisas são alegóricas; porque estas mulheres são duas alianças; uma, na verdade, se refere ao monte Sinai, que gera para a escravidão; esta é Agar. Ora, Agar é o monte Sinai, na Arábia, e correspondente á Jerusalém atual, que está em escravidão com seus filhos. Mas a Jerusalém lá de cima é livre a qual é nossa mãe...Gálatas cap. 4 versículos 21 a 26.

 

“Pela fé, também, a própria Sara recebeu poder para ser mãe, não obstante o avançado de sua idade, pois teve por fé aquele que lhe havia feito a promessa. “Por isso, também de um, aliás já amortecido, saiu uma posteridade tão numerosa como as estrelas do céu e inumerável como a areia, que está na praia do mar”.Hebreus cap. 11 vers.12 “E, sem enfraquecer na fé embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido, sendo já de cem anos, e a idade avançada de Sara, não duvidou, por incredulidade, da promessa de Deus; mas, pela fé, se fortaleceu, dando glórias a Deus. Romanos cap. 4 versículos 19 e 20.  

Depois que Sara teve o filho da promessa Isaque, ela ainda viveu com Abraão 36 anos e não teve mais nenhum filho, porque Deus não permitiu. Ela viveu 127 anos e morreu em Quiriate-Arba, que é Hebrom e foi sepultada por seu marido. Já Abraão que foi restaurado pelo SENHOR com 99 anos e se tornou novamente “potente” e após morrer Sara sua esposa, continuou sempre firme e casou com uma mulher chamada Quetura e apesar de ter 136 anos teve mais 6 filhos com esta senhora. A bíblia diz que: “Foram os dias da vida de Abraão 175 anos”. E após sua morte Deus o resgatou para si, para o exaltar acima de qualquer ser humano, e se cumprir a sua palavra que tinha dito de Abraão: “Porque eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do SENHOR e pratiquem a justiça e o juízo; para que o SENHOR faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito”. Gênesis cap. 18 vers. 19

 

“Estabelecerei a minha Aliança entre mim e ti e a tua descendência no decurso das tuas gerações, Aliança perpétua, para ser o teu Deus e da tua descendência. Gênesis cap. 17 vers. 7. Tendo Abraão cumprido sua missão aqui na terra até o dia de sua morte, Deus o tomou e o colocou no Paraíso para ser o dirigente recepcionista, de todos os povos da terra que chegarem lá, confirme isto com a palavra de Deus:

 

 

”Aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos para o seio de Abraão (no Paraíso); morreu também o rico e foi sepultado. No inferno, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe a Abraão e Lázaro no seu seio. Então, clamando, disse: “Pai Abraão, tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama”. Disse, porém, Abraão: “Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro igualmente, os males; e agora, porém, aqui, ele está consolado (aprendendo); tú, em tormentos. E, além de tudo, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que querem passar daqui para vós outros não podem, nem os de lá passar para nós”.

 

Então, replicou: “Pai, eu te imploro que o mandes a à minha casa paterna, porque tenho cinco irmãos; para lhes dar testemunho, a fim de não virem também para este lugar de tormento”. Respondeu Abraão:“Eles tem moisés (A bíblia) e os profetas (Pregadores, evangelistas);ouçam-nos”. Lucas capítulo 16 versículos 22 a 29. O Paraíso foi feito para todos que aceitam Jesus como Senhor e Salvador na última hora de suas vidas, e os que aceitam, mas não fazem nenhuma obra para Deus, como é o caso do ladrão na cruz, mesmo assim Jesus disse a ele: “Hoje mesmo estarás comigo no paraíso” Lucas cap. 23 vers.43.

 

Este Paraíso é onde Abraão é o principal dirigente, e não fica no terceiro céu onde Deus está entronizado, situa-se em outro lugar no espaço. "Na casa de meu Pai há muitas moradas. se assim não fora, eu vos teria dito. Pois vou preparar-vos lugar" João cap. 14 vers. 2. Quando Jesus morreu e ressuscitou Ele levou o ladrão para o Paraíso, mas não ficou lá, porque o lugar dele é no céu onde Deus está, confirme isso pelo que o próprio Jesus falou à Maria madalena quando ressuscitou:

 

 

“Recomendou-lhe Jesus: Não me detenhas; porque ainda não subi para meu Pai", (Jesus tinha levado o ladrão ao Paraíso, que não é o céu do Senhor Todo Poderoso, apresentou-o a Abraão e voltou para se apresentar aos irmãos), "mas vai ter com os meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, para meu Deus e vosso Deus". João cap. 20 vers. 17.

 

 

As pessoas que vão para o paraíso, são conduzidas e recebidas por Abraão como o pai da fé e passarão estudando tudo sobre a vida eterna, que no futuro terão no terceiro céu com Deus para sempre. Nós os que aceitamos o Senhor Jesus como único Senhor e Salvador de nossas vidas, e aqui na terra, lemos a bíblia, fazemos obras para Deus, não vamos precisar passar pelo Paraíso, porque é o que o Abraão disse: “Eles tem moisés (A bíblia) e os profetas (Pastores, evangelistas), e já aprendemos tudo aqui mesmo, relacionado ao que será sobre a vida eterna, e quando morremos somos levados pelos anjos para o lugar que Jesus foi preparar-nos, e que não é o Paraíso.

 

 

Os que estão, ou vão estar no Paraíso ficarão para a segunda ressurreição, porque só os que evangelizaram para a obra do SENHOR Jesus é que virão com ele, para ficar aqui na terra após o arrebatamento durante mil anos, onde seremos colocados para dirigir países e estados enviados pelo próprio Senhor, nos dando autoridade para reger nações até que se passam os mil anos, que Ele ficará aqui na terra conduzindo o mundo inteiro. E neste tempo haverá a paz mundial. Abraão foi um homem privilegiado por Deus por sua fé espiritual, ao ponto de ser o único que Deus permitiu que visse o dia em que Jesus nasceu aqui na terra:

 

"Abraão, vosso pai, Alegrou-se por ver o meu dia, viu-o e regozijou-se" João cap. 8 vers. 56. Viu também quando Jesus ressuscitou, pois recebeu a visita Dele quando levou o ladrão para o entregar nas suas mãos, mostrando assim a sua ressurreição.

 

 

A nossa fé tem que ser acompanhada por obras também como a teve Abraão, e se você quiser ser igual a ele considerado por Deus, evangelize, fale de Jesus, convide pessoas para vir à igreja, ajude o próximo, seja dizimista e ofertante na obra de Deus, e receba esta palavra: "Assim, também a fé, se não tiver obras, por sí só está morta" Tiago cap. 2 vers. 14 "De modo que os da fé são abençoados com o crente Abraão" Gálatas cap. 3 vers. 9.